Connect with us
(Foto: Divulgação)

Gente da Cidade

Lavava banheiros em Anápolis para aprender dançar e agora vai competir em Portugal

Com problemas financeiros, jovem está fazendo campanha e busca ajuda para conseguir chegar até o festival

O jovem Yuri Anthony Damas Matias, de 21 anos, foi selecionado como o bailarino revelação para participar do Aveiro Dance Festival, um tradicional evento de dança que ocorre anualmente na cidade de Aveiro, em Portugal.

Dono de um talento incomparável, ele conta que batalhou muito para chegar ao festival, pois iniciou as aulas de dança tarde e, por falta de condições financeiras, precisou até lavar banheiros para pagar as mensalidades.

“Desde pequeno eu sempre quis dançar. Minha vó é diarista e como eu não conheço meu pai e não tenho contato com minha mãe, sempre foi só nós dois. Como existem preconceitos, minha vó não quis me colocar no ballet e só aos 15 anos tive autonomia de ir atrás. Ganhei uma bolsa numa escola daqui de Anápolis e lá eu tinha que fazer alguns serviços gerais como lavar os banheiros para pagar”, disse.

Segundo Yuri, após ficar por um ano nesta escola, também foi aluno na Escola de Dança de Anápolis e, no ano passado, recebeu o convite para integrar o grupo jovem de dança do ballet Zulma Emrich.

“Foi quando eu comecei a participar de festivais pelo o Brasil com solos de contemporâneo e jazz. O primeiro foi em Minas Gerais, em Curvelo. Também passei por Catalão, São Paulo e Taguatinga. O último foi em Franca, São Paulo, onde ganhei como bailarino revelação e fui indicado para o festival em Aveiro”, detalhou.

(Foto: Divulgação)

Atualmente, o jovem bailarino está no 5º período de licenciatura em Dança pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e revelou que sempre dependeu da própria professora do ballet ou do Id Jovem para se deslocar até os festivais.

“É difícil, mas é importante participar. Em festivais sempre oferecem bolsas para cursos, convidam para participar de companhias e dá para adquirir muita experiência também”.

Apesar do desejo de dançar, Yuri precisou começar uma Vakinha Online para arrecadar o dinheiro para ir até Portugal. Isso porque o festival vai custear a hospedagem, mas ele ainda não tem o valor para comprar as passagens. Ao todo, o jovem precisa de R$2.500.

Os interessados em ajudar podem fazer a doação direto pelo site da Vakinha ou doar pelo Banco do Brasil, agência 3005-8, conta 54.325-x, tipo conta fácil.

Mais informações pelo telefone (62) 9 9126-9102.

teamoanapolis@portal6.com.br

Mais Gente da Cidade

Agenda Cultural

Listas

Subir